sábado, 21 de fevereiro de 2015

Palpites Oscar 2015


É hora de se divertir tentando prever os vencedores do Oscar, uma disputa na sua maior parte previsível, mas que este ano guarda algumas surpresas, especialmente nas principais categorias. Minhas apostas e comentários abaixo. Em negrito, aquele que eu acho que vai vencer, abaixo minha ordem de preferência entre todos.

  
Melhor Filme

A Teoria de Tudo
Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Boyhood: Da Infância à Juventude 
O Grande Hotel Budapeste 
O Jogo da Imitação
Selma: Uma Luta pela Igualdade
Sniper Americano
Whiplash: Em Busca da Perfeição

Boyhood vs. Birdman. Esse é o confronto que se estabelece nessa edição do Oscar, o que divide muita gente e gera uma expectativa curiosa dessa vez, sem cartas marcadas. E são filmes que trabalham em polos distintos. Enquanto o primeiro saúda o naturalismo e os conflitos de uma vida comum, o outro está o tempo todo acima do tom, um filme chacota, abusando do over. Uma batalha interessante. Bom ver que O Grande Hotel Budapeste resistiu até aqui, um dos melhores Andersons. E que grande surpresa é Whiplash nessa lista. Sniper tem dividido muita gente (não sou dos maiores fãs do filme), mas não se ignora o sucesso de público que tem feito nos Estados Unidos.

Ordem de preferência: Birdman, Whiplash, O Grande Hotel Budapeste, Boyhood, Selma, Sniper Americano, O Jogo da Imitação, A Teoria de Tudo


Melhor Diretor

Alejandro González Iñárritu (Birdman)
Bennet Miller (Foxcatcher)
Morten Tyldum (O Jogo da Imitação)
Richard Linklater (Boyhood)
Wes Anderson (O Grande Hotel Budapeste)

Mais uma forte batalha a se travar aqui: o virtuosismo ácido de Iñárritu se contrapõe ao trabalho monumental de Linklater que filmou por 12 anos uma narrativa muito coesa. Miller foi muito bem lembrado, o melhor dos cinco, e Foxcatcher poderia muito bem estar na categoria principal. A indicação de Tyldum é a piada de mal gosto.

Ordem de preferência: Bennet Miller, Alejandro González Iñárritu, Richard Linklater, Wes Anderson, Morten Tyld


Melhor Ator

Benedict Cumberbatch (O Jogo da Imitação)
Bradley Cooper (Sniper Americano)
Eddie Redmayne (A Teoria de Tudo)
Michael Keaton (Birdman)
Steve Carrell (Foxcatcher)

Michael Keaton ficou há um bom tempo no topo das apostas, ganhando muito prêmios nessa temporada, mas começou a perder terreno pesado para a composição corporal de Eddie Redmayne. É biográfico e tem transformação física, isca certa para os votantes da Academia. Bom ver Carrell aqui numa das melhores atuações de sua carreira, além de Bradley Cooper que, apesar do filme, encarna muito bem esse soldado atormentado. Cumberbatch tem algo de caricatural em sua atuação por isso poderia ser facilmente trocado por David Oyelowo, ótimo em Selma.

Ordem de preferência: Steve Carrell, Michael Keaton, Bradley Cooper, Benedict Cumberbatch, Eddie Redmayne


Melhor Atriz
Felicity Jones (A Teoria de Tudo)
Julianne Moore (Para Sempre Alice)
Marion Cotillard (Dois Dias, Uma Noite)
Reese Witherspoon (Livre)
Rosamund Pike (Garota Exemplar)

Em termos de merecimento, Julianne Moore já devia ter sua estatueta dourada há muito tempo e olhando a lista nada parece tão forte quanto a atuação de Marion Cotillard, surpreendentemente indicada por um filme dos Dardennes que nem sequer está entre os estrangeiros. O fator “reparação” pesa muito sobre Moore numa atuação digna, difícil alguém roubar esse prêmio dela. Acho que a atuação da Pike torna-se caricatural quando Garota Exemplar apresenta sua reviravolta e Witherspoon e Jones só estão aqui pra engrossar a lista.

Ordem de preferência: Marion Cotillard, Julianne Moore, Felicity Jones, Rosamund Pike, Reese Witherspoon


Melhor Ator Coadjuvante

Edward Norton
 (Birdman)
Ethan Hawke (Boyhood)
J.K. Simmons (Whiplash)
Mark Ruffalo (Foxcatcher)
Robert Duvall (O Juiz)

Intenso, mas nunca caricato é o grande desempenho de J. K. Simmons em Whiplash, um prêmio certo e uma das maiores justiças aqui porque ele e o filme merecem muito reconhecimento. Norton chegou a aparecer em algumas listas, mas não oferece muitos riscos mais. Bom ver o reconhecimento de Ruffalo, ele nem sempre está tão bom com em Foxcatcher.

Ordem de preferência: J.K. Simmons, Edward Norton, Mark Ruffalo, Ethan Hawke


Melhor Atriz Coadjuvante

Patricia Arquette (Boyhood)
Emma Stone (Birdman)
Keira Knightley (O Jogo da Imitação)
Meryl Streep (Caminhos da Floresta)
Laura Dern (Livre)

Patricia Arquette vem ganhando tudo e é outro prêmio certo. De certa forma, coroa o trabalho magnânimo das atuações naturalistas desse filme singular. Stone pode ser sua principal rival, até por ser uma das atuações mais exigentes de sua carreira, e que ela segura bem. Ainda não entendi como Laura Dern veio parar aqui.

Ordem de preferência: Patricia Arquette, Keira Knightley, Emma Stone, Laura Dern


Melhor Roteiro Original


Birdman 
Boyhood 
Foxcatcher 
O Abutre
O Grande Hotel Budapeste

Mais uma vez o embate polarizado: a complexidade over de Birdman contra a naturalidade da vida cotidiana de Boyhood. Mas como a disputa entre eles é maior nas categorias principais, o espaço está aberto para a valorização do trabalho de Wes Anderson, realmente muito bom. Aliás, todos são dignos aqui, com grande exceção da construção rasa, travestida de crítica, feita em O Abutre.

Ordem de preferência: O Grande Hotel Budapeste, Birdman, Boyhood, Foxcatcher, O Abutre


Melhor Roteiro Adaptado

A Teoria de Tudo 
O Jogo da Imitação
Sniper Americano
Vício Inerente 
Whiplash

Disputa acirradíssima numa categoria bem fraca, aliás. Se A Teoria de Tudo debatia-se com O Jogo da Imitação, o burburinho em torna da vitória de Whiplash vem balançando a disputa (e seria uma surpresa muito bem-vinda), mas talvez seja arriscar demais. Se Sniper Americano vencer, o susto será imenso, mas acho que as chances são poucas.

Ordem de preferência: Whiplash, O Jogo da Imitação, Sniper Americano, A Teoria de Tudo


Melhor Filme de Animação

Como Treinar Seu Dragão 2
Operação Big Hero
Os Boxtrolls 
O Conto da Princesa Kaguya 
Song of the Sea

Seria mais emocionante (e justo) se Uma Aventura Lego estivesse indicado aqui, mas preferiram um filme fraco como Boxtrolls. Assim fica fácil para a continuação de Como Treinar seu Dragão. Bom ver os destaques a filmes com traços de desenho tradicional, com destaque para o japonês “ghibliano” O Conto da Princesa Kaguya (que eu não vi)

Ordem de preferência: Como Treinar Seu Dragão 2, Operação Big Hero, Os Boxtrolls


Melhor Filme Estrangeiro

Ida 
Leviatã
Relatos Selvagens
Tangerines 
Timbuktu 

Incrível como a disputa aqui se tornou acirrada. Leviatã é o melhor filme do ano pra mim até então, pode ser uma surpresa. Ida que vinha ganhando muita coisa se deparou com um forte concorrente: um filme argentino, engraçado, estrelado por Ricardo Darín, muito bem produzido, a cara do Oscar. Mas o polonês tem um apelo temático bem forte. A sorte está lançada. Hoje aposto em Ida, mas Relatos é um forte oponente.

Ordem de preferência: Leviatã, Ida, Relatos Selvagens


E colocando tudo num mesmo saco, meu ranking geral:


Leviatã ****½
Ida ****
Foxcatcher – Uma História que Chocou o Mundo ****
Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) ****
Whiplash: Em Busca da Perfeição ****
Relatos Selvagens ****
O Grande Hotel Budapeste ****
Boyhood: Da Infância à Juventude ***½
Dois Dias, Uma Noite ***
Operação Big Hero ***
Como Treinar Seu Dragão 2 ***
Garota Exemplar ***
Selma: Uma Luta pela Igualdade *
Sniper Americano **
Para Sempre Alice **
O Abutre **
Os Boxtrolls **
O Jogo da Imitação **
Caminhos da Floresta **
Livre *½
A Teoria de Tudo *½

6 comentários:

Amanda Aouad disse...

Ué, cadê Selma no seu balaio de gato? rs

Rafael Carvalho disse...

Opa, tinha esquecido, Amanda. Já pus lá, obrigado pelo toque. ;)

Kahlil Appel disse...

Gostei bastante do Oscar desse ano. Venceu o melhor filme e não o favorito.

http://filme-do-dia.blogspot.com.br/

Rafael Carvalho disse...

Achei um tanto fraco pensando nos indicados, Kahlil. E acho que depois do PGA, DGA e SAG o Birdman era mesmo o favorito, além de ser meu preferido entre todos os indicados.

Alex Gonçalves disse...

Acho que muitos que participaram de Bolões do Oscar se deram mal. Ingênuo que só, acreditava que "Boyhood" venceria nas categorias de Melhor Filme, Direção e Montagem. E raios! O penúltimo e antepenúltimo colocados de sua lista de cotações certamente estariam no topo da minha lista. Mas as divergências são sempre sadias para as discussões, de qualquer modo.

Rafael Carvalho disse...

Esse ano o Oscar foi um pouco estranho, mas pelo menos deu uma animada nos bolões, hehe. Também esperava uma vitória de Boyhood, cheguei a pensar que ganharia filme e diretor. Livre pode até soar interessante pra alguns, mas A Teoria de Tudo é intragável.