sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Corra, antes que o bicho pegue

Extermínio 2 (28 Weeks Later, ING, 2007)
Dir: Juan Carlos Fresnadillo



Extermínio 2 é a continuação de um filme de terror cuja equipe foi toda modificada. Danny Boyle, que comandou muito bem o primeiro filme (e lançou esse ano o ótimo Sunshine – Alerta Solar), dá lugar ao espanhol Juan Carlos Fresnadillo e embora a mudança seja sentida, essa seqüência consegue a proeza de se equiparar à atmosfera do filme anterior sem parecer um mero caça-níquel, o que é um grande elogio em nossos tempos.

Depois da epidemia de zumbis ter sido controlada em Londres, começa a reconstrução e repovoamento da cidade (que mais uma vez pode ser vista em total abandono). Um homem reencontra seus dois filhos nesse ambiente, mas a descoberta de um outro membro da família infectado traz de volta o vírus, agora se espalhando com mais velocidade e o pesadelo recomeça.

O mesmo ritmo frenético permeia todo o filme. Destaque para a assustadora seqüência inicial do ataque à casa havendo aí um momento de partir o coração. Falando nisso, é a primeira vez que consigo me emocionar de verdade num filme de terror a partir do drama do cara que não conseguiu salvar uma pessoa muito próxima.

O dilema entre ajudar, mas se manter vivo ao mesmo tempo é um fardo com o qual os personagens têm de lidar todo o tempo. Muitos deles parecem surgir como protagonistas, mas acabam ficando no meio do caminho o que nos dá a idéia da vulnerabilidade de todos ali. Outro destaque é uma trilha sonora contida que sabe o momento e o tom certos para entrar em cena.

Com uma cena final enigmática, mas que me encheu de expectativas para uma continuação ainda mais grandiosa, Extermínio 2 é um dos melhores filmes de terror que chegou aos cinemas esse ano (ta difícil de ganhar de Possuídos). Tem personalidade e brilho próprios.

7 comentários:

Luciano Lima disse...

Extermínio é realmente muito bom. Mas acho que o valor dele está apenas na direção e no valor que ela dá para a urgência e para o gore. Continuo preferindo o irônico Extermínio. Boyle conseguiu comparar seres humanos a animais descontrolados e nós (os humanos) ganhamos com vasta margem... afinal, somos ditos racionais.

Kamila disse...

O Fresnadillo faz um bom trabalho em "Extermínio 2". Um filme muito estilizado, com cenas bem gráficas. Infelizmente, eu fico agoniada com esse tipo de filmes e cenas. Mas, tem gente que gosta. :-)

Bom final de semana!

Ronald Perrone disse...

Rafael, boa sorte na fase sola... já adicionei o link no Cine Art...

Abraços!

Alex Gonçalves disse...

Eis uma rara continuação que consegue deixar a fita anterior na sarjeta. Detesto "Extermínio" e adorei "Extermínio 2" - o melhor filme de terror do ano. Possuídos é o meu predileto, mas o encaro como suspense...
Abraços e tudo de bom com o novo rumo.

Gustavo H.R. disse...

O primeiro EXTERMÍNIO causou mesmo um fenômeno cult em seu lançamento, mas confesso que a seqüência não pareceu tão interessante. Por outro lado, sua opinião confirma boa parte das outras, que também foram positivas. Parece que estão começando a pegar o jeito de fazer seqüências de qualidade me Hollywood.

Mal posso esperar para ver POSSUÍDOS (que daqui a pouco estará em disponível DVD), mas não chegou nos cinemas do interior até agora.

Wiliam Domingos disse...

Extermínio de Boyle é excelente!
Um filme que marcou...
terro crítico e real!
ainda não vi a sequência...
mas espero que se houver o terceiro, Danny Boyle assuma a direção!
Abraço

Vulgo Dudu disse...

"Extermínio" é um dos poucos filmes de terror que realmente surpreende. O resto é criança fantasma ou mutilação sanguinária, um saco!

A continuação não tive vontede de ver porque sabia que toda a equipe havia sido trocada.

Abs!