quinta-feira, 2 de junho de 2011

Filmes de maio


1. Thor (Kenneth Branagh, EUA, 2011) ***

2. Turnê (Mathieu Amalric, França, 2010) ****

3. Em um Mundo Melhor (Susanne Bier, Dinamarca/Suécia, 2010) ***½

4. Viagem à Itália (Roberto Rossellini, Itália/França, 1954) ***½

5. Restrepo (Tim Hetherington e Sebastian Junger, EUA, 2010) **½

6. O Sequestro de Um Herói (Lucas Belvaux, Bélgica/França, 2009) ***½

7. Bebês (Thomas Balmès, França, 2010) ***

8. O Retrato de Dorian Gray (Oliver Parker, Reino Unido, 2009) **

9. Serpico (Sidney Lumet, EUA/Itália, 1973) ****

10. Reencontrando a Felicidade (John Cameron Mitchell, EUA, 2010) ***½

11. O Leão de Sete Cabeças (Glauber Rocha, Brasil/Itália/França, 1970) ***½

12. Feliz que Minha Mãe Esteja Viva (Claude Miller e Nathan Miller, França, 2009) **½

13. Obsessão (Luchino Visconti, Itália, 1943) ***½

14. Os Agentes do Destino (George Nolfi, EUA, 2011) **½

15. Caminho da Liberdade (Peter Weir, EUA, 2010) ***

16. Diário de uma Garota Perdida (Georg Wilhelm Pabst, Alemanha, 1929) ****

17. A Ópera dos Três Vinténs (Georg Wilhelm Pabst, Alemanha, 1932) ****

18. Como Arrasar um Coração (Pascal Chaumeil, França/Mônaco, 2010) **½

19. Velozes e Furiosos 5 (Justin Lin, EUA, 2011) **

20. Bollywood Dreams – O Sonho Bollywoodiano (Beatriz Seigner, Brasil/Índia/ EUA, 2011) **

21. Chuva (Paula Hernández, Argentina, 2008) ***

22. El Topo (Alejandro Jodorowsky, México, 1970) ****½

23. Piratas do Caribe – Navegando em Águas Misteriosas (Rob Marshall, EUA, 2011) **½

24. Padre (Scott Charles Stewart, EUA, 2011) **½

25. Santa Sangre (Alejandro Jodorowsky, México/Itália, 1989) *****

26. Terra de Ninguém (Terrence Malick, EUA, 1973) ****

27. O Primeiro que Disse (Ferzan Ozpetek, Itália, 2010) **½

28. A Terra Treme (Luchino Visconti, Itália, 1948) ****

29. O Leopardo (Luchino Visconti, Itália/França, 1963) *****

30. O Poder e a Lei (Brad Furman, EUA, 2011) **


Revisões:

31. Assim Caminha a Humanidade (George Stevens, EUA, 1956) ****

32. Oldboy (Park Chan-wook, Coreia do Sul, 2003) *****

7 comentários:

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

O LEOPARDO e VIAGEM À ITÁLIA são obras-primas.
Rapaz, você vê muitos filmes...

O Falcão Maltês

Mateus Selle Denardin disse...

Uma lista bem diversificada em anos e nacionalidades. Não vi a maioria; e especialmente não tenho contato com o cinema de Jodorowsky. Pretendo corrigir isso em breve.

Rafael Carvalho disse...

Antonio, Gosto de Viagem à Itália, mas acho que o final é um tanto abrupto e mal resolvido, mas as relações conflituosas entre o casal é bastante acentuada durante o filme. Já O Leopardo é magistral do início ao fim. E tento ver um número bem variado de filmes. Eles que me perseguem no fim das contas, não consigo fugir. rsrs

Mateus, acho que tenho conseguido fazer isso bem, ver muitos filmes distintos, é um prazer incrível.

Wallace Andrioli Guedes disse...

Minhas cotações:

TURNÊ - ****
SERPICO - *****
CHUVA - **
TERRA DE NINGUÉM - ****
O LEOPARDO - *****
ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE - ****
OLDBOY - *****

Tenho aqui para assistir A TERRA TREME e O LEÃO DE SETE CABEÇAS, mas tem me faltado ânimo para encará-los (pois é, sei que estou sendo um herege, por se tratar de filmes de Luchino Visconti e Glauber Rocha...)
No mais, me interessam THOR (que só estreou dublado por aqui, logo, preferi esperar pelo dvd), CAMINHO DA LIBERDADE, OS AGENTES DO DESTINO, REENCONTRANDO A FELICIDADE, OBSESSÃO, EM UM MUNDO MELHOR e os filmes do Jodorowsky. Ou seja, você teve um mês cinematográfico de me fazer morrer de inveja...

Rafael Carvalho disse...

Nossas cotações estão bem pareceidas, Wallace. Bom encontrar concordâncias. Esse filme do Visconti ainda está vinculado ao neorrealismo de início de carreira, muito bem trabalhado, e bem diferente dos filmes mais majestosos dele (como O Leopardo). Já esse do Glauber é menos comentado na filmografia dele, mas tem seu interesse. Jodorowsky é uma viagem sem igual.

Alex Gonçalves disse...

Eu assisti poucos:

O Retrato de Dorian Gray - *
Reencontrando a Felicidade - ***
Piratas do Caribe – Navegando em Águas Misteriosas - ***
Padre - *
Terra de Ninguém - ***
O Primeiro que Disse - **
Assim Caminha a Humanidade - ****

E eu preciso explorar urgentemente a filmografia de Visconti.

Rafael Carvalho disse...

Acho que nossas discordâncias é maior em Padre mesmo, que acho divertido para o que se propõe. E eu também tô nessa de conhecer o Visconti, o próximo deve ser Rocco e Seus Irmãos.