sábado, 16 de janeiro de 2010

Melhores e piores de 2009

É, eu sei, estou bastante atrasado, mas me concedi umas pequenas férias da blogosfera cinéfila. 2009, no final das contas, foi um ano mais fraco em filmes do que o anterior, embora em tenha visto mais produções (144 filmes). Inevitavelmente, alguns ficam pelo caminho, em especial os nacionais. Sem mais demora, aos melhores e piores de 2009:


1. Bastardos Inglórios


Porque só mesmo o cinema para que a História esteja a favor da história. That’s bingo!

2. Entre os Muros da Escola


Porque uma sala de aula pode concentrar toda uma nação, e muitas arbitrariedades.

3. O Lutador


Porque os verdadeiros lutadores lutam até o fim. Sempre.

4. Beijo na Boca, Não!


Porque a ingenuidade nunca foi tão atrevida assim.

5. Amantes


Porque o amor dividido entre a aventura e a segurança faz doer.

6. Che: O Argentino


Porque o mito e o homem são uma coisa só.

7. Deixa Ela Entrar


Porque os vampiros nunca foram tão sutis na busca por um igual.

8. Abraços Partidos


Porque o cinema é memória, é reconstrução, é arte, é dor, é paixão.

9. O Casamento de Rachel


Porque as feridas nunca estão todas cicatrizadas. Talvez nunca estejam.

10. Dúvida


Porque as interrogações sempre surgirão em nossas vidas.

11. Há Tanto Tempo que Te Amo

12. Star Trek

13. O Equilibrista

14. Valsa com Bashir

15. A Garota Ideal

16. Gigante

17. Guerra ao Terror

18. Horas de Verão

19. À Deriva

20. Vocês, os Vivos


Como não é possível se livrar deles, lá vão os piores do ano:



1. Garota Infernal

2. Import/Export

3. Evocando Espíritos

4. Matadores de Vampiras Lésbicas

5. O Grupo Baader-Meinhof

6. A Mulher Invisível

7. X-Men Origens: Wolverine

8. Transformers – A Vingança dos Derrotados

9. Glória ao Cineasta

10. Quem Quer Ser Um Milionário?

9 comentários:

Wallace Andrioli Guedes disse...

Demorou um pouco mas saiu a sua lista... bela lista, aliás! 5 filmes que apareceram aqui também apareceram no meu top 10 do ano.
Ah, e gostei muito da sua definição do filme AMANTES. Sintetiza-o muito bem...

Diego Rodrigues disse...

Sabe que eu não achei de todo o ruim Garota Infenal? Só passou mesmo porque a equipe sabia o que tava fazendo, todos sabiam que era uma porcaria, ninguém levou a sério... Até me diverti (claro que é uma bobagem, mas me divertiu). Diferente dos outros citados na lista.

Nos melhores (que também divulguei minhas listas) gostei de ver Bastardos, Entre os Muros da Escola, O Lutador, Amantes, Deixa Ela Entrar, O Casamento de Rachel, Há Tanto Tempo Que Te Amo, Star Trek e A Garota Ideal. Não gosto de Abraços Partidos e mais ou menos de Che.

Indhira Almeida disse...

Bem legais alguns itens da lista. Não posso falar por todos, porque alguns ainda não assisti. Mas confesso que O Casamento de Rachel me encantou profundamente. Destaque também para Dúvida, um filme instigante, com uma fotografia belíssima e narrativa envolvente. Outros comentários deixaremos para nossos encontros às quintas, na boa mesa de bar... rsrs O Devaneios de Amélie está de cara nova, quando quiser, dá uma passadinha por lá!
Bjocas, Rafitcha!

Kamila disse...

Não vi 10 filmes da sua lista de melhores do ano. Preciso me atualizar. Na sua lista de piores, fico feliz em dizer que não vi 6 dos indicados. Só não entendo o por quê da presença de "Quem Quer Ser um Milionário?" na lista.

Rafael Carvalho disse...

Pois é Wallace, me dei umas férias. E a definição de Amantes acho que foi uma das mais fáceis de fazer!

Diego, foi o último filme do ano passado que eu vi e fiquei entediadíssimo, apesar da preseça luminosa de Megan Fox. E não acho que a história merecesse não ser levada a sério, ainda que não consiga ver essa despretensão do filme. Abraços Partidos por pouco não entra, mas o Che estava na lista desde o início do ano.

Indhy, acho que você ia gostar muito de Amantes, apesar do tom melancólico, de Beijo na Boca, Não e de Deixa Ela Entrar. Dúvida quase perde o posto para o cortante Há Tanto Tepo que te Amo mas essa narrativa dura que você apontou falou mais alto. E para onde vamos amanhã mesmo, hein? Vamos conversar.

Kamila, seria uma longa história discutir o Quem Quer Ser um Milionário?, mas digo que o filme me parece bastante superficial, travestido de uma atmosfera alegre e falsa demais para uma realidade tão cruel. Enfim, um embuste. Sei como você gosta do filme, mas realente não me agradou.

Gustavo HR disse...

O novo grande filme de Tarantino não fica mal no topo de uma lista, e certamente tampouco ficariam DEIXA ELA ENTRAR e O LUTADOR. Só não admirei tanto DÚVIDA, e não achei MILIONÁRIO e WOLVERINE tão ruins.

Cumps.

Rafael Carvalho disse...

Gustavo, Dúvida é um filme que não consigo deixar de gostar. Sempre que penso nele, lembro daquele roteiro cortante e das grandes atuaçações. E não me conformo com tanta gente vangloriando Quem Quer Ser um Milionário?.

Eduardo Albuquerque disse...

Rafael, é a primeira vez que comento eu seu blog, mas temo não concordar que Quem quer ser um Milionário é um dos piores filmes do ano passado. Muito pelo contrário! Foi o melhor! Entre um flash e outro nós tinhamos diante de nós uma série de eventos que nos mostram como é a realidade cruel em vários aspectos (violência, intolerância religiosa, etc) e tudo isso feito de forma sutil. Tirando o final a lá sessão da tarde, é o melhor filme do ano.

ótimo blog, meus parabéns!

Rafael Carvalho disse...

Eduardo, não vejo sutileza nenhuma em Quem Quer Ser um Milionário?. Muito pelo contrário, acho tudo muito abrupto, sem contextualização e aprofundamento sobre aquela realidade, num filme totalmente maniqueísta. Ainda por cima, possui um tom de que tudo está muito bem somente para que o espectador saia da sala de cinema com uma sensação boa. Enfim, temos visões diferente sobre o filme.

E obrigado pela visita ao blog, volte sempre.